Jonas Dico questiona terceirização do serviço de transporte de pacientes

Foto.jpg

O vereador, que é motorista da Saúde há 18 anos, ainda falou da falta de manutenção da frota que atende pacientes trirrienses

Nesta terça-feira, dia 03, o vereador Jonas Mascarenhas Macedo (Jonas Dico) utilizou a tribuna para questionar a situação do transporte na Saúde. De acordo com o vereador, que atua há 18 anos como motorista do Departamento de Transportes da Secretaria de Saúde, o setor jamais enfrentou tamanho descaso com os veículos que levam os pacientes que fazem tratamento em outros municípios.

“São mais de 15 veículos que transportam diariamente pacientes para outras cidades. No entanto, fomos surpreendidos com a informação de que o município contratou dois veículos para levar esses pacientes e, pasmem, contratou os veículos com motoristas particulares. Com profissionais concursados podendo fazer o itinerário, o Poder Executivo prefere pagar por fora. Ou seja, descaso com o dinheiro público, desrespeito conosco que somos funcionários públicos de carreira, acordamos de madrugada e muitas vezes tiramos dinheiro do nosso bolso para fazer a manutenção dos veículos”, desabafou o vereador.

Jonas Dico também falou sobre a falta de manutenção da frota. “Os motoristas são guerreiros. Levam pacientes para o Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, dentre outras cidades. O município ganhou diversos veículos nos últimos anos, isto é, não está gastando com a compra dos carros, mas também não gasta com a manutenção. Daí está dando nisso: parando a frota para a manutenção tudo de uma vez. Sempre busquei o melhor atendimento para os pacientes. Ressalto que acho muito válida essa preocupação em não interromper o atendimento, mas a pergunta é: por que deixou chegar a esse ponto?”, questionou Jonas Dico.

Os vereadores presentes na sessão legislativa também pontuaram algumas situações, concordaram com a insatisfação do vereador Jonas Dico e levantaram outras dúvidas acerca do assunto.