Câmara de Vereadores reconhece atividades religiosas como essenciais

Vereadora-Jaqueline-scaled.jpg

Nesta quinta-feira, dia 29, a Câmara de Vereadores aprovou por unanimidade o projeto de lei de autoria da vereadora Jaqueline Costa, tornando as instituições religiosas e suas respectivas atividades como essenciais.

“A intenção é que os fiéis tenham a tranquilidade de saber que seus templos religiosos não serão fechados durante as pandemias, como essa que estamos vivenciando. Claro que é necessário respeitar as orientações dos órgãos de Saúde, mas também precisamos reconhecer a importância da religião na vida das pessoas. A igreja é o local onde as pessoas cuidam da mente e espírito ”, justificou a autora do projeto.

Após discussão, o projeto foi aprovado e será encaminhado ao Poder Executivo para ser sancionado.