Vereador Rafael Brasiel solicita informações do Saaetri para analisar valores arrecadados e investidos no município

Rafael-Brasiel.jpg

Na última semana, o vereador Rafael Brasiel encaminhou ofício ao Saaetri (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Três Rios) solicitando informações sobre a autarquia. A intenção do vereador é realizar um estudo técnico na Câmara de Vereadores para analisar o quanto está sendo arrecadado e o quanto está sendo investido no município.

“Dentre as informações que solicitei estão: relação dos funcionários do Saaetri, valor da arrecadação mensal e o quanto está sendo gasto na manutenção da estação de tratamento e do esgotamento sanitário. Vamos elaborar esse estudo e, se possível, pedir ao menos a redução da taxa de tratamento sanitário”, justificou o vereador.

Ainda de acordo com Rafael Brasiel, nesse mês as contas tiveram um reajuste de 8,98%, e a autarquia justificou o acréscimo com o aumento do valor dos combustíveis, energia elétrica e material de manutenção. “Quem acompanha meus trabalhos sabe que desde a legislatura passada venho brigando por essa causa. O valor cobrado no tratamento de esgoto realmente é um absurdo e precisa ser revisto. No entanto, temos uma decisão do STJ (Supremo Tribunal de Justiça) que garante que se ao menos uma etapa do processo for cumprida, justifica a cobrança da taxa”, explicou.

As quatro etapas mencionadas pelo vereador são: coleta, transporte, tratamento (que não é realizado no município trirriense) e disposição final dos dejetos. “Inclusive, algumas pessoas conseguiram retirar essa cobrança das suas contas, mas após decisão judicial, ninguém consegue mais. Acredito que o STJ tomou essa decisão porque foram muitas ações no Estado do Rio de Janeiro. Mas esperamos que o Poder Executivo obedeça o prazo regimental para envio das informações e, tão logo chegue, vamos debruçar nos dados e analisar se a cobrança é justificada”, ponderou o vereador Rafael Brasiel.

O legislador finalizou afirmando que seria de grande valia para o município, se o Saaetri construísse uma estação de tratamento. “Seria de grande avanço para o nosso município, principalmente tratando-se do meio ambiente”, finalizou o vereador.