Professora Suzane Ferreira busca apoio para artistas locais na Tribuna Livre

Foto-1-4.jpeg

A professora de música Suzane da Silva Ferreira participou da Tribuna Livre realizada no mês de novembro, na Câmara de Vereadores de Três Rios. Defensora das artes e cultura, Suzane relatou a dificuldade enfrentada pelos músicos e artistas trirrienses que precisam sair da cidade em busca de reconhecimento.

De acordo com a professora, que dá aulas de músicas em diferentes instituições de ensino do município, e tem acesso direto aos alunos, Três Rios é um seleiro de profissionais, mas faltam projetos que envolvam e incentivem os artistas.

“O que a professora Suzane está falando é um despertamento para todos nós, vereadores. Precisamos olhar com mais atenção para essa classe, tendo em vista que jovens e crianças envolvidos com a arte e cultura, não se envolvem com coisas erradas”, disse o vereador Robson de Oliveira (Robson dentista).

O presidente da Comissão Permanente de Educação, Esporte e Cultura da Câmara de Vereadores de Três Rios, Fabiano Oliveira, falou sobre a dificuldade de trabalho da Secretaria de Cultura. “Por uma questão de austeridade o Governo Municipal reduziu secretarias, anexando a pasta da Cultura a do Esporte. Com o passar de três anos desta gestão constatamos a escassez de elaboração de projetos culturais que permitissem a captação de recursos federais ou estaduais e assim concluímos que esta ‘economia’ acabou saindo cara”, explicou Fabiano Oliveira.

Os vereadores apoiaram e elogiaram a atitude da professora Suzane, que estava acompanhada dos artistas Ronald Saar, Nicolly Barbosa (A menina que canta) e do maestro Vinicius Pereira. “Precisamos parabenizar e enaltecer a participação da professora Suzane. Apesar de estar num ambiente difícil e sem reconhecimento, luta pela classe. Ela que já trouxe à Casa Legislativa trirriense o Grupo Tríade, composto por jovens instrumentistas – hoje nos apresenta a Nicolly Barbosa, a menina que canta. Não podemos permitir, por exemplo, que projetos sejam extintos por falta de apoio, como foi o caso do Coral do Walter Franklin que era composto por 85 alunos. Com certeza, a Câmara de Vereadores de Três Rios está de portas abertas para debatermos esse assunto e buscarmos melhorias para o segmento. Esporte e cultura tem um papel fundamental na transformação do ser humano, eles transformam vidas”, disse o presidente da Câmara de Vereadores de Três Rios, Rogério Camarinho.