Presidente Rogério Camarinho participa de reunião para tratar sobre projeto de coleta seletiva que será implantado em Três Rios

Foto-2.jpeg

Expectativa é que sejam gerados aproximadamente 100 empregos diretos após a Câmara de Vereadores aprovar Plano Municipal de Coleta Seletiva

Nesta terça-feira, dia 11, o presidente da Câmara de Vereadores de Três Rios, Rogério Camarinho, participou de uma reunião para conhecer o projeto de coleta seletiva que está prestes a ser implantado no município, com apoio da Ong Recicleiros.

Estiveram no gabinete do chefe do Poder Legislativo, a secretária de Meio Ambiente e Agricultura de Três Rios, Alice Silva Pereira Hagge, e os representantes da Ong Erich: Burger (diretor institucional) e Caíque Franca (líder de projetos).

“Esse é um projeto que merece todo apoio não só da Câmara de Vereadores de Três Rios, e sim de toda população trirriense. Estamos falando de um trabalho que promove a coleta seletiva a partir de recursos da logística reversa, presente em 17 municípios e que tem contribuído para dar dignidade para os coletores e contribuído com o meio ambiente”, resumiu o presidente da Câmara de Vereadores de Três Rios, Rogério Camarinho.

De acordo com os técnicos, em 2019 cerca de mil cidades realizaram as inscrições para o processo seletivo que previa a implantação deste projeto de coleta seletiva, mas apenas 12 foram selecionadas. Após aprovação do município trirriense, e apoio das autoridades, a equipe técnica vai realizar um estudo trabalhando no processo de elaboração e culminando na votação de um projeto que vai instituir a Lei Municipal de Coleta Seletiva.

“A Câmara de Vereadores de Três Rios entende a importância desse projeto para a preservação do meio ambiente, e também para a geração de renda de aproximadamente 100 pessoas. São trabalhadores que terão direito ao salário, férias, previdência e tudo que o trabalho formal determina. Vamos acompanhar e tão logo chegue à Casa de Leis, será colocado para votação”, ponderou o chefe do Poder Legislativo, Rogério Camarinho.

Serão 120 dias de estudo para implantação do projeto. Neste período, três apresentações públicas serão realizadas para que a população e autoridades estejam conscientes do projeto. “A primeira apresentação será nesta quarta-feira, dia 12, no auditório da OAB, que fica na Praça São Sebastião. Importante que a população participe e apoie esse projeto que vai gerar empregos. Isso significa que as 12 toneladas mensais arrecadadas mensalmente, poderão quintuplicar. Significa menos lixo nas ruas, mais materiais sendo reaproveitados e mais dignidade para os coletores do nosso município, reconhecimento pela mão de obra, geração de emprego e renda”, finalizou o presidente da Câmara de Vereadores de Três Rios, Rogério Camarinho.