Diretoria do Saaetri presta esclarecimentos na Câmara de Vereadores de Três Rios

Foto-2.jpg

Convocação solicitada pelo vereador Fabiano Oliveira teve objetivo de apurar qualidade da água no distrito de Bemposta

O diretor do Saaetri (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Três Rios), Fernando Ferreira, juntamente com a equipe técnica, participou da sessão na Câmara de Vereadores de Três Rios desta quinta-feira, dia 23, para prestar esclarecimentos sobre a qualidade da água fornecida o distrito de Bemposta. A convocação foi feita pelo vereador Fabiano Oliveira, após reclamações feitas por moradores do distrito.

“Após recorrentes reclamações dos moradores de Bemposta sobre a água barrenta que estava saindo das torneiras, fiz a convocação da direção do Saaetri para a explicar as razões deste problema e os critérios utilizados pela autarquia na realização de investimentos na cidade. Fomos informados sobre o repentino problema da queda de vazão de um dos poços artesianos utilizados. Propus o aumento da utilização de caminhões-pipa de forma imediata, enquanto uma solução definitiva não seja implementada”, resumiu o vereador Fabiano Oliveira.

“A solução definitiva, segundo o diretor Fernando Ferreira, seria a construção de uma nova estação no Km 21 captando água no Rio Paraíba do Sul. Este é um projeto complexo, que envolve autorizações de outras instituições e órgãos e sabemos que não vai ser feito agora. A preocupação maior é que o município adote medidas urgentes que possam atender os moradores da localidade. A convocação foi para esclarecer estas dúvidas e acredito que o diretor, juntamente com sua equipe, olhará mais atentamente para esta situação. Estamos falando de um bem essencial que, neste período de pandemia, é fundamental na questão da higiene dentro dos lares”, finalizou o vereador.

Os vereadores presentes na reunião aproveitaram a visita para esclarecer outras dúvidas. O vereador Nilcélio Sá, além de cobrar soluções para o problema de Bemposta, que vem acontecendo desde o início do ano, perguntou sobre pontos específicos – como o Bairro Monte Castelo – que sofrem com a falta de água, principalmente, durante o verão. O diretor Fernando Ferreira afirmou que a equipe técnica trabalha incessantemente em busca de melhorias e soluções de problemas, mas que o problema definitivo depende de grandes investimentos, e nem em todos a autarquia tem condições financeiras para realizar.

Rogério Camarinho, presidente da Câmara de Vereadores de Três Rios, perguntou sobre a possibilidade de construção de estação de tratamento de esgoto no município. “Segundo o diretor Fernando, no último estudo realizado pela autarquia foi constatado que o melhor local para construção desta estação de tratamento seria a Avenida do Contorno e, para isso, seria necessário um investimento de aproximadamente R$ 9 milhões. Vamos aguardar para que medidas sejam adotadas neste sentido para que o município passe a ofertar este serviço que já está vinculado às contas”, finalizou o chefe do Poder Legislativo.