Câmara de Vereadores de Três Rios aprova projeto que valoriza artista local

Nilcélio-Sá.jpg

Projeto de lei de autoria do vereador Nilcélio Sá foi aprovado por unanimidade

A Casa Legislativa trirriense aprovou por unanimidade o projeto de lei de autoria do vereador Nilcélio Sá criando a Lei Artistas da Nossa Terra. O objetivo é valorizar o artista trirriense e incentivar a contratação destes profissionais.

“Estamos num período que não podemos aglomerar, mas quando pensei neste projeto antes da pandemia e na intenção de valorizar a prata da casa. Inclusive, a elaboração deste projeto foi feita com a ajuda e indicação de artistas locais, de músicos e atores que vivenciam essa realidade e dificuldade. Com a aprovação unânime e, após sanção do Poder Executivo, estamos possibilitando que os próximos eventos tenham, com certeza, a participação de artistas de Três Rios. Vamos valorizar nossos artistas nas exposições, musicais, shows, feiras, dentre outros eventos que tiver investimento público”, resumiu o autor do projeto, vereador Nilcélio Sá.

Ainda de acordo com o projeto, do valor total que o Poder Executivo investir nos eventos, 30% deve ser destinado à contratação de artista local.

Dia de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia

Também nesta terça-feira, foi colocado em votação do projeto de lei do vereador Nilcélio Sá que institui o Dia de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia. A Semana de Conscientização – que culminará no dia 12 de maio – tem como objetivo informar pacientes acometidos pela patologia, conscientizar toda sociedade sobre a importância do diagnóstico e difusão das legislações já existentes que garantem serviços e benefícios específicos aos pacientes.

O paciente identificado com a patologia tem direito, por exemplo, ao auxílio doença no valor de um salário mínimo.

A fibromialgia é uma síndrome que se manifesta com dores por todo corpo, com destaque à parte muscular. Também pode ser destacado: cansaço, sono não reparador, problemas de memória, ansiedade, e até quadros depressivos.

Os projetos foram encaminhados ao Poder Executivo para ser sancionado.