Câmara de Vereadores aprova adesivação dos carros oficiais

Nilcélio-Sá.jpg

 

Na última terça-feira, dia 06, a Câmara de Vereadores de Três Rios aprovou por unanimidade o projeto do vereador Nilcélio Sá que determina a adesivação dos carros da Casa Legislativa. O objetivo é dar transparência à gestão, permitindo que a população ajude na fiscalização dos carros oficiais.

De acordo com o documento, os carros serão adesivados com os inscritos “Poder Legislativo – Câmara Municipal de Três Rios – Uso exclusivo em serviço”, nas portas laterais, no tamanho 30×50 centímetros.

Esta é a segunda vez que o projeto é colocado em votação. Em 18 de abril de 2013, ainda no primeiro mandato do vereador Nilcélio Sá, o projeto foi rejeitado pela maioria dos legisladores. “Quando o projeto foi reprovado, fiquei chateado, porque acredito e defendo a bandeira da transparência. A população me apoiou, mas os próprios vereadores não aceitaram. Desta vez foi diferente, com todos os vereadores votando a favor, entendendo que estamos num momento especial da política, onde todos estão exigindo mais transparência”, resumiu o presidente da Câmara de Vereadores, Nilcélio.

Além da adesivação, a Câmara vai disponibilizar um relatório mensal com os requerimentos de viagens, os vereadores atendidos e o trajeto.  É importante ressaltar, no entanto, que embora este ano a Casa Legislativa esteja com dois vereadores a mais, o gasto com combustível diminuiu em relação ao ano passado, onde havia 13 vereadores.

Diante da aceitação dos seus pares, Nilcélio explicou ainda, o por quê da votação da regulamentação. “Como presidente da Câmara de Vereadores, poderia simplesmente mandar adesivar sem a aprovação dos demais vereadores. Mas o objetivo não é este. Nossa meta é ouvir todos e, mais que isso, fazer uma ação que possa e seja mantida pelos próximos presidentes. Sem votação, o próximo presidente poderia simplesmente mandar retirar os adesivos, mas agora está regulamentado”, justificou.

O vereador Jonas Mascarenhas Macedo, Jonas Dico, aprovou a atitude do presidente e opinou dizendo que a medida deveria ser adotada também pelo Poder Executivo. “Acho uma atitude nobre e gostaria também que o chefe do Poder Executivo tivesse esta sensibilidade. Além de identificar que pertence ao Governo Municipal, deveria informar qual secretaria pertence. Hoje estamos vendo carros de determinadas secretarias sendo emprestados para outras, para os mais diversos fins”, disse Jonas.